Noticias

Frostline, a primeira expansão paga de DayZ em desde 2019, mergulhará os players em um envolvente gelado e trará novas mecânicas ⋆ Mobile Efo

A Bohemia Interactive revelou que DayZ, seu aclamado jogo de sobrevivência disponível para PC e consoles, está prestes a receber uma expansão gelada chamada Frostline. Esta marca a primeira grande expansão paga do jogo desde o lançamento do planta Livonia em 2019. Com o lançamento previsto para a primavera brasileira, o planta Livonia será integrado ao jogo base porquê uma opção gratuita, disponível com o update 1.25. 

Em resumo, DayZ Frostline promete transformar a experiência de sobrevivência ao imergir os jogadores nas gélidas profundezas do arquipélago de Sakhal. Esta paisagem congelada apresenta uma mudança dramática das vistas familiares, oferecendo uma expansão de 80 km2 coberta de neve. Dos bosques densos aos lagos congelados, cada cantinho deste mundo invernal exala formosura e risco. Nesse cenário, os sobreviventes enfrentarão uma série de desafios ao velejar pelo terreno glacial, incluindo a gestão cuidadosa do calor e dos recursos.

Fique por dentro das novidades! Siga a Mobile Efo no Google News e não perda zero. Clique para permanecer atualizado!”

A expansão trará novas mecânicas de jogo cuidadosamente concebidas para reprofundar os jogadores em uma experiência mais imersiva e desafiadora. Desde mourejar com novas doenças até dominar um sistema de pesca requintado, esses serão unicamente alguns dos obstáculos do novo envolvente. E, é simples, nenhuma jornada pela natureza congelada estaria completa sem o equipamento adequado. Os cosméticos temáticos de inverno permitem que os jogadores se vistam de pacto com a estação, garantindo que estejam elegantes e confortáveis enquanto enfrentam os elementos. Para mais informações, visite o site solene do jogo.

━═☆═━ Alerta de Oferta: Menor preço em 30 dias ━═☆═━

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo